Nossos visitantes

5 de set de 2011

Pró-reitoria de Assuntos Estudantis explica política de apoio aos alunos carentes

A pró-reitora de Assuntos Estudantis, professora Janeusa Trindade, falou hoje sobre a política de assistência estudantil da UFRN e disse que o objetivo da Instituição é garantir a permanência dos alunos até a sua completa formação, em especial os alunos carentes.

A política desenvolvida pela UFRN tem por base o Programa Nacional de Assistência Estudantil (PNAES) e oferece aos alunos carentes auxílios moradia, transporte e alimentar.

Na entrevista coletiva que concedeu à imprensa, Janeusa Trindade explicou que a universidade faz o acompanhamento dos estudantes beneficiados para evitar irregularidades, mas reconheceu a possibilidade de falhas.

“Nós buscamos sempre manter a justiça na avaliação feita pelo Serviço Social da Pró-reitoria. Nosso interesse é beneficiar aluno que realmente necessitam, mas, infelizmente, acontecem falhas. Para evitar essas ocorrências, a PROAE, além de sua política de acompanhamento, se vale também de denúncias que acrescentem dados e qualidade à nossa avaliação”, disse a pró-reitora.

Hoje a UFRN registra 553 alunos na situação de residente, divididos nas 13 residências que a universidade dispõe. A seleção para distribuição das vagas é feita a cada semestre, quando também acontece o recadastramento dos que já utilizam o benefício.

Para se candidatar, os estudantes respondem a um questionário sobre suas informações sociais e são obrigados a apresentar documentos que comprovem sua carência. Além disso, o serviço social da Pró-reitoria realiza visitas para avaliar a veracidade das informações.

Os alunos que já são residentes atualizam seus dados cadastrais, informando sobre possíveis alterações de renda. O serviço social realiza nova avaliação presencial, com visitas, sempre que detecta alguma mudança nesses dados ou em caso de denúncias.
FONTE: http://www.sistemas.ufrn.br/portalufrn/PT/noticia/6074725