Nossos visitantes

10 de jul de 2011

UFRN - Acessibilidade


A reitora Ângela Paiva Cruz recebeu esta semana o relatório do Diagnóstico de Acessibilidade da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, apresentado pela Comissão Permanente de Apoio a Estudantes com Necessidades Educacionais Especiais (CAENE). O documento foi elaborado entre agosto de 2010 e maio deste ano, com o objetivo de identificar, avaliar e propor intervenções que possibilitem o acesso e a permanência das pessoas com necessidades educacionais especiais nos espaços acadêmicos.

Durante a apresentação, o arquiteto e urbanista Nilberto Gomes, da Superintendência de Infraestrutura, esclareceu que foram analisados 81 prédios no Campus Central e outras edificações nas unidades da UFRN em Currais Novos, Santa Cruz e Caicó, além de 15 rotas de tráfego de pedestres também no Campus de Natal.

Atenta ao diagnóstico, a reitora Ângela Paiva Cruz reconheceu a necessidade de sensibilizar o corpo administrativo da instituição para apoiar as reformas de acessibilidade na UFRN. A reitora admitiu que a universidade vai pagar um custo a mais, porém acrescentou: “precisamos atender e pensar na qualidade de vida de nossa comunidade e não só no Campus Central, mas em todos os campi”, justificando porque estendeu o levantamento às unidades do interior.

O Presidente da CAENE, Ricardo Lins, explicou que o diagnóstico é um passo fundamental para a conscientização da necessidade de uma política administrativa voltada para a acessibilidade. “A grande importância desse diagnostico é a gente possuir um retrato, uma profunda noção e, assim, poder avançar com segurança”, argumentou o presidente.

Fonte: http://www.sistemas.ufrn.br/portalufrn/PT/noticia/5721020